Maputo, 14 de Setembro – Centenas de pessoas assistiram hoje, em Maputo, à exibição da ante-estreia mundial de Vovós da Guerrilha, Como viver neste mundo, da realizadora holandesa Ike Bertels, um filme que marcou a cerimónia de abertura do 7.º Dockanema, que foi presidida pelo ministro da Cultura.

No Centro Cultural da Universidade Eduardo Mondlane, Armando Artur sublinhou a relação de Moçambique com o cinema documentário, uma ferramenta de estudo e de análise que se afigura imprencindível para a compreensão da herança cultural” do país.

Referindo-se ao Dockanema, “uma iniciativa de mérito que eleva o nome de Moçambique à escala mundial”, Armando Artur teceu elogios ao facto do festival possibilitar ao público moçambicano “o contacto com a realidade nacional e internacinal da produção do cinema documentário”.

Desde a sua primeira edição, foram apresentados nas telas do Dockanema cerca de quinhentos filmes, entre os quais mais de uma centena de produções nacionais ou referentes a Moçambique” referiu o ministro.

O filme Vovós da Guerrilha, de Ike Bertels, que encerra uma trilogia da realizadora holandesa, iniciada na década de 1980, apresentou um relato intemporal de três mulheres moçambicanas que participaram na Luta Armada de Libertação Nacional.

Para a realizadora, o facto de o filme ter tido a sua ante-estreia mundial em Moçambique representou “o reconhecimento do seu trabalho” por parte do público moçambicano.

É um orgulho para mim realizar a ante-estreia do filme aqui em Moçambique”, regozijou-seIke Bertels.

O Festival Dockanema continua amanhã, prolongando-se até ao dia 23 de Setembro, com a exibição de mais de 80 documentários, entre curtas e longas-metragens, de autores nacionais e internacionais.

Destaques dia 15 de Setembro

Centro Cultural Franco-Moçambicano

16h00 – Histórias de Fronteira – Sonia Borrini (30`)

Centro Cultural Brasil-Moçambique

20h00 – Algol – A Tragédia do Poder – Hans Werckmeister (120`)

Teatro Avenida

18h00 – Mulheres Africanas – A Rede Invisível – Carlos Nascimbeni (98`) – Estreia Mundial

Faculdade de Letras e Ciências Sociais

15h00 – Gangster Project – Teboho Edkins (54`)

Destaques dia 16 de Setembro

Centro Cultural Franco-Moçambicano

16h00 GIGANTES NA RUA – Sérgio Libilo (24’)

Centro Cultural Brasil-Moçambique

20h00 CINEMA KOMUNISTO – Mila Turajic (101’)

Teatro Avenida

16h00 MANIFESTO DAS IMAGENS EM MOVIMENTO – Diana Manhiça (15’ )

Contacto/Informações:

Benilde Matsinhe

E-mail: benilde.matsinhe@cinevideo.co.mz

CEL: 00258 84 951 9659